A Portuguesa

De Wikipedia, le encyclopedia libere
Saltar a: navigation, cercar

Hymno National Portugese

Musica de Alfredo Keil
Littera de Henrique Lopes de Mendonça


ascolta le musica

portugese interlingua
Heróis do mar, nobre povo,
Nação valente, imortal, 
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal! 
Entre as brumas da memória,
Ó Pátria sente-se a voz
Dos teus egrégios avós,
Que há-de guiar-te à vitória! 

Às armas, às armas! 
Sobre a terra, sobre o mar, 
Às armas, às armas! 
Pela Pátria lutar
Contra os canhões marchar, marchar! 

Desfralda a invicta Bandeira,
À luz viva do teu céu!
Brade a Europa à terra inteira:
Portugal não pereceu
Beija o solo teu jucundo
O Oceano, a rugir d'amor,
E teu braço vencedor
Deu mundos novos ao Mundo!

Às armas, às armas! 
Sobre a terra, sobre o mar, 
Às armas, às armas! 
Pela Pátria lutar
Contra os canhões marchar, marchar! 

Saudai o Sol que desponta
Sobre um ridente porvir;
Seja o eco de uma afronta
O sinal do ressurgir.
Raios dessa aurora forte
São como beijos de mãe,
Que nos guardam, nos sustêm,
Contra as injúrias da sorte.

Às armas, às armas! 
Sobre a terra, sobre o mar, 
Às armas, às armas! 
Pela Pátria lutar
Contra os canhões marchar, marchar! 
Heroes del mar, nobile populo,
Nation valente, immortal, 
Altia vos hodie de nove
Le explendor de Portugal! 
Inter le brumas del memoria,
Oh Patria on audi le voce
De tu egregie avos,
Qui te guidara al victoria! 

Al armas, al armas! 
Sur le terra e sur le mar, 
Al armas, al armas! 
Per le Patria luctar
Contra le cannones marchar, marchar! 

Displica le invicte Bandiera,
Al luce vive de tu celo!
Crita le Europa al terra integre:
Portugal non periva
Basia le solo tue gaudiose
Oh Oceano, a rugir de amor,
E tu bracio vincitor
Dava mundos nove al Mundo!

Al armas, al armas! 
Sur le terra e sur le mar, 
Al armas, al armas! 
Per le Patria luctar
Contra le cannones marchar, marchar! 

Saluta vos le Sol que albesce
Super un ridente futur;
Sia le echo de un affronto
Le signal de resurger.
Radios de celle aurora forte
Es como basios de matre,
Que nos reguarda, nos sustene,
Contra le injurias del sorte.

Al armas, al armas! 
Sur le terra e sur le mar, 
Al armas, al armas! 
Per le Patria luctar
Contra le cannones marchar, marchar!